Entourage (Entourage: Fama e Amizade) – 2015

Fazer um longa metragem de duas horas baseado numa série de televisão é uma tarefa extremamente difícil. Tempos atrás, o The Hollywood Reporter ouviu dezenas de produtores de televisão para buscar entender o motivo do medo de levar um produto da televisão para o cinema. A resposta da maioria foi a esperada: estes dois campos de entretenimento são completamente diferentes.

Entourage, por exemplo, foi uma série que no seu auge, na metade da década passada, conseguia ótimos números de audiência para a HBO. Oito temporadas, quase uma centena de episódios. Os quatro anos de diferença entre o último ato da turma de Vincent Chase na televisão poderia ser o atrativo especial para que os fãs lotassem as salas de cinema nos Estados Unidos e no mundo. Mas o filme (no Brasil com o título de Entourage: Fama e Amizade) abusa dos clichês e sofre pelo que chamo de ‘síndrome da transferência’. No gênero comédia, por exemplo, as piadas da televisão, em sua maioria, não funcionam na sétima arte.

Retomando a história original da série, o super astro Vincent Chase decide que quer um novo desafio em sua carreira. Ele sugere para Ari Gold (Jeremy Piven) dirigir e estrelar a produção Hyde, baseado no clássico Dr. Jekyll And Mr. Hyde. O caos que envolve a produção é o motivo perfeito para a reunião de Vincent com seus agente,  Eric (Kevin Connolly), seu motorista, Turtle (Jerry Ferrara) e com seu irmão Johnny Drama (Kevin Dillon).

Carregado de piadas que envolvem sexo, fica evidente que os roteiristas pensaram em fazer um mega episódio de 100 minutos – e não um filme com a mesma duração. Se o público acostumado ao toque da série pode achar graça de duas ou três boas sacadas, é impressionante observar a insistência em levar tudo na brincadeira – desvalorizando, assim, o roteiro que carece profundamente de uma contextualização. Nesse sentido, a HBO e a Warner realmente apostaram nos cameos (Ronda Rousey, Mark Whalberg e outros) para tentar despertar uma pitada de realismo nas ruas de Hollywood.

Apesar de ter conseguido um número razoável nas bilheterias, Entourage fracassa ao não propor uma ligação direta com a série – ao menos no que diz respeito as complexas personalidades envolvidas. Não existe um sentimento de progresso, as situações ridículas são glorificadas como em um filme adolescente e o mau gosto das brincadeiras não refletem, nem de perto, o sucesso que uma série vencedora de Emmys e Globos de Ouro merecia.

NOTA: 2/10

IMDb

Comments

comments

Deixe uma resposta