La danza de la realidad (A Dança da Realidade) – 2013

Uma cinebiografia surrealista. Definir La danza de la realidad (A Dança da Realidade, no Brasil) pode parecer fácil, mas a série de elementos religiosos, políticos e morais tratados a partir de símbolos torna as duas horas de rodagem deste filme espetaculares. Como é de praxe, Jodorowsky é capaz de causar repulsa ao mostrar a verdade nua e crua. A nudez por vezes é escancarada, mas, curiosamente, sem explorar a sexualidade, já que o intuito é apresentar a natureza da forma como ela é.

Após vinte e três anos longe do cinema, Jodo traz uma proposta bastante diferente da que estamos acostumados: ao tratar de sua difícil infância no Chile, temos um roteiro organizado, com uma narrativa estruturada que percorre de forma sutíl (mas muito eficaz) os traços surrealistas que o tornaram um ícone no gênero.Seu pai, Jaime (interpretado pelo filho de Alejandro, Brontis) cultivava rígidos padrões de comportamento, e, apesar de manter uma loja de lingeries (algo visto com maus olhos pela sociedade no período), seu relacionamento com Sara (Pamela Flores) tinha interferência direta na educação de Alejandro.

Durante o filme podemos ver a transformação completa dos três integrantes da família. Jaime deixa de se vestir como Stalin e outros líderes comunistas de seu tempo para buscar uma renovação ética completa após passar por várias provações. Sara, que tem todos seus diálogos cantados, deixa de ser a mulher que apenas dá apoio ao seu marido para se tornar em uma referência familiar. E com isto o pequeno Alejandro cresce e de desprende de qualquer medo da escuridão.

Se La danza de la realidad fosse o último filme de Jodorowsky, sem dúvida poderia dizer que esta película fecharia com chave de ouro uma brilhante carreira. Mas o incansável Jodo volta no próximo ano com Poesía sin fin, que, apesar de já tomar a atenção de todos os fãs do chileno, o coloca na obrigação de apresentar algo tão bom ou até mesmo melhor do que Realidad.

NOTA: 8/10

IMDb

Comments

comments

Um comentário em “La danza de la realidad (A Dança da Realidade) – 2013

Deixe uma resposta