How to Train Your Dragon 2 (Como Treinar o Seu Dragão 2) – 2014

How to Train Your Dragon 2 (Como Treinar o Seu Dragão 2, no Brasil) é a sequência da premiada e aclamada animação baseada na série de livros de Cressida Cowell.

Cinco anos depois da história original, o vilarejo de viking de Berk está rodeado de dragões e humanos em perfeita harmonia. Nosso herói, Hiccup (Jay Baruchel) agora já está na maioridade e seu pai, Stoic (Gerard Butler), planeja entregar o poder para o garoto, que, por sua vez, busca um romance com Astrid (America Ferrera) e sonha explorar o mundo com seu parceiro, o simpático Toothless. Em uma de suas aventuras, ele encontra o caçador de dragões Eret (Kit Harrington), que diz trabalhar para Drago Bludvist (Djimon Hounsou), o vilão que busca construir um exército de dragões para dominar o mundo. Entre algumas surpresas deste capítulo, o reencontro de Hiccup com sua mãe, Valka (Cate Blanchett), é bastante significativo para entender como treinar dragões.

Sempre que me deparo com uma animação uma das primeiras coisas que analiso é a confecção dos modelos dos personagens e o nível de detalhe do mundo apresentado. Se você prestar atenção a partir de agora na maioria dos filmes infantis que assistir daqui pra frente, os estúdios são obrigados a optar por explorar apenas uma destas categorias sempre jogando em primeiro plano o que deve prender a atenção do espectador. Esta história vem desde Walt Disney, que, após quase fechar seu estúdio no começo da década de 1940, optou por esta tática como uma eficiente forma de contenção de custos. Mais de 70 anos depois e com toda a tecnologia de ponta existente, isto ainda é praxe. Mas os dois longas How to Train Your Dragon entram na lista dos poucos que fogem a esta regra ao mostrar a imensidão de céu, terra e mar em ambientes cheios de vida. Cada personagem tem um tem sua própria característica, cada dragão tem seu próprio jeito de voar. Não tenho dúvidas ao dizer que esta animação é a mais bonita e detalhada já criada pela Dreamworks, que mescla ótimas produções com notórios fracassos.

Não vou entrar nas discussões do roteiro, o principal problema deste segundo longa, por saber de que se trata de uma adaptação de Cowell. Acredito que os produtores optaram por um tipo de abordagem no recorte da história, e, apesar de alguns bons momentos de alegria e surpresa, várias perguntas ficam no ar. O problema é que elas são respondidas no livro de forma clara e precisa. Por exemplo, toda a contextualização de quem era Drago ou sobre o que Valka fez durante todos estes anos são deixadas de lado, não abrindo espaço para nenhuma possibilidade real de compreender as atitudes e/ou ações dos personagens fora do que é mostrado ao público.

O longa original apenas não ganhou o Oscar pois enfrentou Toy Story 3, uma das maiores animações de todos os tempos, e How to Train Your Dragon 2  também não deve levar o prêmio da Academia por conta do espetacular Lego. Falta de sorte da DreamWorks Animation, que esbanjou competência e dedicação. Ainda que não seja uma sequência do nível de Toy Story 2, vale conferir pelo visual impecável.

NOTA: 7/10

IMDB

Comments

comments

3 comentários em “How to Train Your Dragon 2 (Como Treinar o Seu Dragão 2) – 2014

Deixe uma resposta