Oscar 2018 – Prévia de documentários

Fazer prévia de documentários é uma tarefa um tanto quanto complicada. O brach que avalia estes filmes geralmente não abraça os nomes favoritos da temporada. Ainda assim, reuni uma lista com as dez principais apostas deste semestre para o Oscar 2018

10) An Inconvenient Sequal: Truth to Power (Paramount) – Seria óbvio colocar a sequência de An Inconvenient Truth, vencedor do Oscar 2007, nessa lista. No entanto, as primeiras análises foram extremamente negativas. Ainda assim, terá distribuição e lançamento mundial.

9) Last Men in Aleppo (Grasshopper) – O documentário se consolidou no primeiro semestre deste ano no mercado mundial. O grande problema está na distribuição da Grasshopper, que preferiu pular festivais para assinar contratos televisivos para transmissão no verão americano, o que pode prejudicar a visibilidade e a campanha final.

8) The Workers Cup – O polêmico documentário sobre as condições de trabalho nos palcos da Copa 2022, no Qatar, ainda depende de um distribuidor. Caso consiga lançamento ainda este ano, entraria na lista de candidatos por conta do tema que desperta profundo interesse da Academia.

7) Visages, villages – Vencedor em Cannes e documentário com a maior aprovação da crítica neste ano, a produção francesa também depende de algum distribuidor.

6) Let It Fall: Los Angeles 1982-1992 (ABC) – Feito para a TV, teve lançamento limitado para poder competir ao Oscar.

5) Promised Land – Elvis Presley e política americana se misturam na produção de Eugene Jarecki.

4) Napalm –  Claude Lanzmann é unanimidade dentro da Academia. Seu novo trabalho tem como foco a Coreia do Norte, que, em momento de grande tensão com os EUA, pode despertar ainda mais o interesse no tema.

3) Chasing Coral (Netflix) – É mais um documentário que alerta para as mudanças climáticas. Já coleciona alguns prêmios e conseguiu distribuição da Netflix.

2) Dina (The Orchard) – Grande vencedor do prêmio do Juri em Sundance, Dina está fazendo todo o caminho de quem realmente quer competir pelas premiações. Após sua estreia no começo deste ano, os produtores optaram por deixar de lado as ofertas da televisão para entrar em festivais do gênero ao redor do mundo – com um lançamento programado para outubro nos Estados Unidos, a melhor janela possível, neste caso.

1) City of Ghosts (Amazon) – Documentário que tem como premissa uma microhistória – no caso, como um grupo de ativistas anônimos que se reuniram após sua cidade ser dominada pelo ISIS. É o que mais desperta meu interesse atualmente.

Comments

comments

Deixe uma resposta