Man on a Ledge (À Beira do Abismo) – 2012

Man on a Ledge (À Beira do Abismo, no Brasil) foi um dos filmes decepcionantes do ano de 2012. Com uma receita que mal conseguiu pagar o financiamento da produção.

Nick Cassidy (Sam Worthington) já foi um policial exemplar. Um dia ele se registra em um hotel com um nome diferente e ameaça se atirar do alto do prédio. Ele exige que Lydia Mercer (Elizabeth Banks) se apresente em trinta minutos para não se matar. Por meio de flashbacks, descobrimos que Nick foi envolvido em um grande esquema orquestrado pelo milionário David Englander (Ed Harris) e foi condenado em 25 anos de prisão por um crime que não cometeu.Mercer vira apenas uma isca no plano para provar sua inocência que conta com seu fiel irmão Joey (Jamie Bell).

O filme não é nem um pouco chamativo. Os produtores tinham em mãos um filme com rating R nos Estados Unidos mas optaram por suavizar para PG-13 e tentar levar mais gente as salas de cinema. Não deu certo. Os estadunidenses decidem se devem assistir ou não a um filme graças a três fatores: título, sinopse e elenco. Enquanto os dois primeiros não tem nenhum apelo, muito pelo fato do filme oferecer uma surpresa, ficando o espectador restrito a história de um homem on a ledge (à beira do abismo), o elenco também não envolve. Banks seria uma aposta segura, mas sua personagem foi utilizada de forma pífia, trazendo mais uma vez aquela velha história de uma mulher no comando de um grupo de homens (e uma dose de exagero).

O plano de Cassidy não se desenvolve de forma satisfatória. Um fato que me intriga nestes filmes recentes é que o ladrão geralmente é dotado de uma capacidade ímpar para enganar sistemas modernos. Na ótica destes filmes, o anti-herói sempre possui os últimos recursos tecnológicos enquanto os bancos e joalherias ficam presos a décadas de atraso.

O resultado não poderia ser diferente: a construção de um roteiro baseado em todos os tipos de cliffhangers (seja de ação, suspense ou até mesmo romance) foge completamente da proposta inicial. O impacto de um homem à beira do abismo chega a ser engraçado.

NOTA: 3/10

IMDB

Comments

comments

Deixe uma resposta