Tenkû no shiro Rapyuta (O Castelo no Céu) – 1986

Com o status de uma das mais belas animações japonesas de todos os tempos, Tenkû no shiro Rapyuta (A Castle in the Sky, nos Estados Unidos, e O Castelo no Céu, no Brasi)  foi a primeira animação produzida de fato pelo Studio Ghibli. Ainda assim, é notável a inspiração de elementos mágicos de Nausicaa, lançado dois anos antes, nesta linda produção.

No passado, todas as civilizações construíram cidades voadoras, mas após uma catástrofe, apenas Laputa segue nos céus. O problema é que ninguém sabe o local exato desta área que contém relíquias de ouro e muitos mistérios. A solução está nas mãos da princesa Sheeta (dublado na versão inglesa por Anna Paquin), que carrega um amuleto que pode mostrar o local exato do castelo no céu caso o manipule corretamente e diga as palavras mágicas. O problema é que um grupo de piratas malucos e os poderosos governantes locais querem dominar as riquezas do castelo a todo custo. A princesa alia-se a Pazu e constrói uma grande amizade com o corajoso jovem que faz de tudo para defender a moça.

As cores são vibrantes e cada passagem é recheada de magia. Pelo lado curioso, tive a oportunidade de assistir o filme no áudio original com a legenda em inglês e confesso que fiquei surpreso ao encontrar dois tipos de faixas diferentes. Mas a explicação é simples: uma foi feita para acompanhar o longa “original”, e a outra para acompanhar a dublagem estadunidense. Acontece que a distribuidora do filme nos Estados Unidos refez todos os diálogos para alongar as falas dos personagens, já que consideravam que os japoneses optaram demais pelo silêncio. Apesar de não comprometer a exibição, é interessante notar como um “hey” no original virou “hey meu amigo, como você está” na versão americana.

O filme serviu como moldagem para a construção de outros dois grandes sucessos: Grave of the Fireflies e My Friend Totoro. Com direção do grande Hayao Miyazaki, vale conferir esta grande clássico da animação japonesa.

NOTA: 6/10

IMDB

Comments

comments

Deixe uma resposta