Curtas de animação indicados ao Oscar 2019

Muitas pessoas reclamam que o acesso aos curtas é muito difícil. Não tiro a razão. É cada vez mais difícil produzir e distribuir um curta de qualidade. Na era do streaming, um contrato de distribuição vale ouro. Quem não consegue, fica de lado e precisa correr nos festivais ao redor do mundo para buscar reconhecimento e visibilidade. E nesse meio, quem tem pouco dinheiro para o marketing realmente sofre muito – o que explica, em parte, a pequena amostragem de curtas de animação em países latinos.

Essa temporada, no entanto, nos deu algumas boas surpresas nesta área. Pela primeira vez foi possível acompanhar todos os curtas de animação da pré-lista antes mesmo do anúncio das indicações ao Oscar – seja entre publicações grátis ou no serviço on demand. Logo após o anúncio dos indicados, por conta do contrato com a ShortsTV, os acesso aos curtas foi restringido. Fica a dica para quem quiser acompanhar no próximo ano: busquem assistir todos eles logo após o anúncio da pré-lista.

2019 apresenta uma seleção diversa e sólida de curtas. Proponho um comentário sobre cada um:

Bao: a Pixar tem cadeira cativa nesta categoria. Boa parte do comitê de curtas de animação prestou serviços para eles em algum momento – o que reflete na excepcional imagem da companhia dentro da Academia. Mas Bao, de Domee Shi, foi indicado ao Oscar por merecimento. Emocionante, divertido e extremamente sensível, conta a história de uma mãe que sente saudades do dia a dia com seu filho – e vê tudo mudar quando um bolinho ganha vida. Já ouvi dizer que a mágica do curta de animação está justamente no desafio de criar, por alguns minutos, uma realidade alternativa e positiva que afasta o espectador de seus problemas pessoais e preocupações para mergulhar em uma historinha com conteúdo. E isso Bao consegue, sem dúvida. NOTA 8/10. IMDb

Late Afternoon (foto): o meu favorito desta lista! Os produtores da Cartoon Saloon merecem aplausos pela sensibilidade com que tratam um assunto que atinge tantas pessoas e afeta indiretamente parentes e amigos: a perda de memória na terceira idade. A proposta do curta é analisar dois estágios da vida de Emily: seu passado, que revela alguns deliciosos episódios de sua vida, e seu presente – infelizmente fragmentado pelas complicações do Alzheimer. A partir disso, a memória é simbólica no intuito de criar uma imagem de quem realmente é Emily. NOTA 9/10. IMDb

Animal Behaviour: O Canadá é um dos poucos países que investe na produção original de curtas através dos recursos do National Film Board of Canada – então a nomeação não chega a ser uma grande surpresa, apesar de confessar que achei pelo menos duas outras produções que ficaram de fora mais fortes em uma análise geral desta categoria no Oscar. A história é feita em torno de uma sessão de terapia de cinco animais – que partilham problemas e frustrações. É o tipo de curta que demonstra um trabalho interessante na caracterização dos personagens, até passa uma piada engraçada, mas fica por isso mesmo. Vejo essa indicação muito mais pelo “carteiraço” de quem está por trás do que pela própria qualidade do projeto. NOTA: 6/10. IMDb

One Small Step: produção chinesa voltada para o público ocidental, conta o sonho de uma menina que busca ser uma astronauta. Considerei interessante a ausência de diálogos pois faz o público dar mais atenção para a relação pai e filha que é fundamental para o posterior avanço de mais de uma década na narrativa. Tem estilo e formatação idêntico aos curtas da Pixar – com a máxima de “acreditar nos seus sonhos e no seu potencial”. NOTA: 7/10. IMDb

Weekends: o marketing desse curta foi sensacional. Ao mesmo tempo que promove Trevor Jimenez como um ex-colaborador da Pixar, busca provar o tom autoral do criador logo nas primeiras cenas, já que o trabalho gráfico é totalmente diferente da gigante da animação. Feito a partir das memórias de infância do diretor – que nos remete a Toronto da década de 1980 – observamos o drama que ocorre com tantas famílias, que é a separação problemática e a rotina para o pai ver seu filho apenas no final de semana. Chama atenção o caprichado trabalho em 2D. NOTA: 7/10. IMDb

*** Agradeço aos amigos do ShortsTV por mais um ano de parceria na área de curtas, que torna possível a apreciação dos filmes indicados nas três categorias antes do Oscar.

Comments

comments

Deixe uma resposta