Oscar 2020 – Melhor animação (primeira prévia)

Hoje vamos discutir sobre o Oscar de melhor animação.

Nos últimos anos a categoria segue uma fórmula de nomeações que, mais ou menos, segue o seguinte modelo:

3 grandes produções (mesclando produtoras) + 1 animação independente + 1 animação estrangeira.

Só que um dos grandes desafios para a manutenção desta fórmula está na recente mudança de regras feita pela Academia, que começará a partir da próxima temporada: ao invés da lista de nomeador ser composta apenas por membros do comitê de animação, agora qualquer membro da Academia pode participar na composição da pré-lista interna e na lista de nomeados. Teoricamente essa regra favorece as grandes produtoras, mas a proposta da Academia seria justamente dar voz para membros estrangeiros, para que esses possam balancear ainda mais a lista dos nomeados. Além disso, a partir deste ano todos os membros do comitê de curtas e de curtas de animação poderão participar do processo.

Vamos a lista:

Será nomeado:

Toy Story 4 – teoricamente é o grande favorito desta categoria. Conseguiu aclamação da crítica e do público. A Pixar sempre organizou boas campanhas, e provavelmente será o principal nome da Disney.

Grandes nomes:

Frozen II – será lançado na prestigiada janela do Oscar nos Estados Unidos. Sequência de um projeto de extremo sucesso, muito aguardado pelos fãs.

How to Train Your Dragon: The Hidden World – a ótima produção da Dreamworks tentará manter a sequência de nomeações na franquia.

Correndo por fora: 

The Addams Family – Estreia em outubro e é tratado pela UA como produto com potencial para o estabelecimento de uma franquia.

Weathering With You – A animação japonesa de Makoto Shinkai é o grande nome da GKIDS, que conta com o maior catálogo filmes de 2019.

I Lost My Body – Exibida em Cannes e adquirida pela Netflix. De Jérémy Clapin.

Funan – animação adulta que trata sobre resistência ao Khmer Vermelho no Camboja. Muito bem recebido na França. GKIDS.

Azarão:

Missing Link – A produção da UA teve a pior estreia na história de uma animação nos cinemas dos EUA, apesar o impecável trabalho técnico. É provável que a distribuidora concentre seus esforços apenas em Addams Family.

As dúvidas:

The Lion King – a Disney não queria posicionar The Lion King na categoria de animação pois sabe que tem dois grandes trunfos nessa categoria. A adição deste filme somente criaria uma desnecessária divisão de votos que poderia dar gás para um nome de outra produtora. Nas últimas semanas, no entanto, membros da Academia manifestaram que gostariam de ver esse projeto concorrendo na categoria de melhor animação.

Wish Dragon – a aguardada animação da Sony (vencedora do Oscar no último ano) – ainda não tem data definida.

Deixe uma resposta