Polar – 2019

A primeira amostragem da Netflix em 2019 é preocupante: Polar, distribuído com exclusividade pela gigante do streaming, é um filme horrível, com cenas que beiram o bizarro e conta também com a pior atuação da carreira de Mads Mikkelsen.

Duncan (Mads) é o típico assassino que estamos acostumados a ver nos filmes: sangue frio, calculista e inteligente. Com quase cinquenta anos, ele planeja se aposentar e largar a vida de atirador de aluguel, mas seu chefe, Blut (Matt Lucas), planeja seu assassinato antes que ele possa tirar vantagem do pagamento milionário que Duncan teria direito.

Entendo que a adaptação da série original da Dark Horse necessitava de um filme com conteúdo forte, já que este é um diferencial. Mas a forma como isto foi feito – além de abusar de um traço de humor ácido que nunca é bem explorado – sequer desperta curiosidade. Na verdade, fiquei com vergonha alheia de Mads por duas vezes, pensando: ‘poxa, será que ele realmente aceitou numa boa fazer uma cena como essa?’

Polar, em suma, tenta copiar a fórmula de John Wick ao propor uma aproximação do público com o anti-herói. Falha miseravelmente nisso, seja pela formatação da trama quanto pelas decisões absurdas da parte técnica – especialmente da montagem, uma das piores que vi em um filme feito por profissionais nos últimos anos.

A violência do filme é vazia, sem sentido. Provavelmente teria problemas com a censura estadunidense e ganharia um NC-17 pelo gore de algumas tomadas, mas nem isso chega a criar uma identidade própria para Polar, já que essas cenas são recheadas de erros, efeitos visuais primários e uma dose necessária de boa fé por parte do espectador para aceitar passivamente os absurdos que são expostos na tela.

Pra quem pensava que a Netflix iria apostar em um padrão de qualidade um pouco mais elevado após investir muito em torno de Roma, fica a decepção. Pra completar, Polar tem cerca de duas horas de duração, uma tortura mental com o espectador. É um filme B mascarado com o charme da distribuição da Netflix. Que isso não vire rotina, por favor…

NOTA: 2/10

IMDb

Summary
Review Date
Reviewed Item
Polar
Author Rating
11stargraygraygraygray

Comments

comments

Deixe uma resposta