El Pepe, Una Vida Suprema – 2018

Sinto saudade de quando o grande Emir Kusturica estava preocupado com um cinema original e apresentava ao público a cultura da Iugoslávia (ou, mais recentemente, da Sérvia). Se seu talento é reconhecido mundialmente, seu trabalho como documentarista é questionável, dada a amostragem em Maradona by Kusturica. Em El Pepe, Una Vida Suprema, temos um fato interessante: o diretor apresenta imensa admiração pelo seu entrevistado, talvez pela sua visibilidade a partir da presidência da República. Mas os 74 minutos de filme não mentem: Kusturica não tem dimensão da figura de Pepe Mujica, e talvez utilize este documentário para conceber uma visão própria de uma pessoa extremamente popular na América Latina.

Entre um mate e uma caminhada, a barreira linguística impede a aproximação de Pepe Mujica com Kusturica. O aparato de tradução simultânea montado, por mais que seja fiel, tira o encanto das frases de efeito do uruguaio. Mesmo com a apresentação de uma conversa franca que explora tópicos como economia, idealismo e defesa de direitos humanos, é uma pena que o tópico que envolve a ditadura uruguaia e a resistência de Mujica tenha apenas alguns minutos – misturados com cenas de Estado de Sítio.

O interesse de Kusturica na vida de Mujica parece centralizado em sua vida pessoal, discutindo a relação dele com Lucía Topolansky. Com uma vida tão rica, o título do documentário não faz jus ao que é apresentado. Sua atuação política resume-se ao seus anos como presidente e breves menções de seus anos na prisão, sequer mencionando seu trabalho anterior como deputado, senador e ministro.

Poderia apontar outras falhas, como a total omissão dos Tupamaros na narrativa proposta, mas creio que isto se dá justamente pela falta de conhecimento do diretor do contexto político do país. Isto não deve ser desculpa, no entanto, para que Kusturica desperdice tamanha oportunidade para entregar uma espécie de resumo de documentário. Tirando músicas e cenas de arquivo, o que é apresentado aqui já foi feito tantas outras vezes por programas de entrevista.

A falta de condução de Kusturica é uma decepção para os latinos, que já tem uma relação mais próxima com Pepe. Talvez seja uma forma de aproximar os uruguaios dos europeus, no entanto.

NOTA: 6/10

IMDb 

Summary
Review Date
Reviewed Item
El Pepe, Una Vida Suprema
Author Rating
31star1star1stargraygray

Comments

comments

Deixe uma resposta