Memoir of a Murderer – 2017

Os sul-coreanos adoram histórias que envolvem mistério, especialmente em torno de algum serial-killer. Não é a toa que Salinui chueok (Memórias de um Assassino, de 2003) é o filme deste século mais cultuado por lá. Memoir of a Murderer, de certa forma, tenta manter um clima de tensão que é satisfatório e que lembra muito o clássico citado.

Byung-su (Sol Kyung-gu) é um idoso que sofre com o Alzheimer. Na realidade, ele foi um serial killer responsável pela morte de dezenas de pessoas, mas o esquecimento começa a criar uma barreira entre o real e o fictício. Após se envolver em um acidente de carro com o policial Tae-ju (Kim Nam-gil), o idoso suspeita que este possa ser um serial killer, dado o conhecimento de causa que dispõe. Mas sua filha, Eun-hee (Kim Seolhyun), acaba sendo envolvida na história e passa a se relacionar com o policial, o que gera um grande desconforto para Su.

É a partir desta premissa inteligente que o desenrolar do filme ganha contornos inesperados. O diretor Won Shin-yeon adaptou o texto de um livro – e o que chama a atenção é a forma como o triângulo de protagonistas cria laços diferenciados uns com os outros, sempre tendo em conta as diferenças entre os dois assassinos que, por mais que tenham características parecidas, lutam por objetivos diferentes dentro do contexto proposto.

Memoir of a Murderer envolveu um elenco de peso. Quem costuma assistir filmes sul-coreanos notará rostos conhecidos na produção. Ao contrário dos filmes do gênero na Coreia do Sul, que destacam-se pela narrativa pouco convencional, este longa mantém uma linha muito próxima ao que é atualmente produzido nos Estados Unidos, com o uso de plot twist e aposta na construção dos personagens. Até por isso acredito que em breve alguma produtora estadunidense possa comprar os direitos para um remake.

NOTA: 6/10

IMDb

Comments

comments

Deixe uma resposta