Os cinco melhores documentários de 2017

Não é surpresa para ninguém: 2017 não foi um ano bom para quem gosta de documentários. O mercado parece que ainda não se encontrou desde o grande avanço da Netflix e da Amazon neste campo. Muitos produtores engavetam os filmes atrás de contratos mais atrativos com as gigantes do streaming; outros tentam a sorte em festivais ao redor do mundo e retardam o máximo que podem o lançamento ao público.

Ainda assim, mantendo nossa tradição anual, aponto os cinco que mais me chamaram atenção em 2017:

 

5) Unacknowledged 

Deixando de lado todos os preconceitos com o tema, propõe uma discussão a partir de documentos e testemunhos de pessoas com grande relevância no assunto. Ótima surpresa!

 

4) Visages villages / Faces Places

Ótima produção de Varda e JR. Exploram lindos locais e trocam experiências de vida. Um privilégio para o espectador!

3) Icarus

Vencedor do Oscar de melhor documentário, Icarus discute um tema extremamente sensível e polêmico.

2) Abacus: Small Enough to Jail 

Abacus é o exemplo perfeito das palavras que disse no começo deste post. Passou por vários festivais antes de seu lançamento – ainda que limitado – nos EUA. Logo depois foi comprado pela PBS. Muito bem produzido e conduzido.

 

1) Get Me Roger Stone

Foi esnobado na temporada de premiações pelo teor político. Certamente conseguiu seu espaço no campo de documentários políticos – e ajuda a explicar muito sobre a campanha de Trump, além da crescente da alt right.

Comments

comments

Deixe uma resposta