Good Time (Bom Comportamento) – 2017

Durante muitos anos o potencial de Robert Pattinson foi menosprezado, talvez pela imagem deixada por Twilight. A boa notícia é que Good Time (Bom Comportamento, no Brasil), além de ser o melhor longa da carreira do ator até aqui, definitivamente prova seu talento e seu grande potencial. O instigante thriller dirigido pelos irmãos Joshua e Ben Safdie tem uma forte identidade sonora, que combina muito bem com o tom da produção, mostrando uma boa evolução da dupla quando comparado ao interessante Heaven Knows What (2015).

Connie Nikas (Pattinson) parece não aceitar a deficiência mental de seu irmão, Nick (Benny Safdie). Durante uma consulta de Nick com um especialista (Peter Verby), Connie interrompe abruptamente a sessão para encerrar a conversa e levar seu irmão para um assalto a banco. Aos poucos tomamos conhecimento dos motivos que levaram Connie a planejar o roubo – e a cena do assalto oferece doses acentuadas de tensão, adrenalina e até mesmo de humor.

Quem conhece o trabalho dos irmãos provavelmente sabe que a condução do filme é feita de forma precisa, abrindo e fechando arcos narrativos com incrível sensibilidade. Essa característica foi marcante para o sucesso, ainda que contido, de Heaven Knows What. Em Good Time, temos uma complexa cadeia de eventos que acabam criando consequências de grande impacto na narrativa moldada em bons diálogos com merecido destaque para o protagonista.

É na fotografia de Sean Price Williams, repetindo a parceria com os irmãos, que temos a construção de uma linguagem visual que mostra a rua através dos olhos de Nikas, com um ótimo destaque para o contraste da violência e da calmaria antes de uma perseguição, por exemplo. Tudo é potencializado graças aos toques eletrônicos das composições de Daniel Lopatin, retornando ao cinema em grande estilo.

Good Time é um bom filme. O melhor de Pattinson e o melhor dos diretores, sem sombra de dúvidas. Mas a fixação com a personificação de um anti-herói aliada com o final previsível acaba afetando toda a experiência positiva das cenas passadas. Ainda assim, um bom lançamento da temporada que antecede a janela de premiações.

NOTA: 7/10

IMDb

Comments

comments

Deixe uma resposta