Oscar 2018 – Primeira prévia

É interessante montar o esquema da primeira prévia do Oscar. Várias apostas feitas neste período perdem força ao longo do ano.

Vamos fazer um recap de 2016, por exemplo. Quando tratei do Oscar 2017 pela primeira vez, citei dez filmes. Dois (Manchester By The Sea e Hacksaw Ridge) foram indicados ao Oscar de melhor filme; Jackie disputou o Oscar de melhor atriz; Allied, Silence e Sully prêmios secundários. Birth Of A Nation sofreu com polêmicas de seu diretor e Collateral Beauty foi um fracasso estrondoso. E The Zookeeper’s Wife teve seu lançamento postergado.

O grande desafio desta primeira prévia é tentar capturar o impacto das produções independentes. No último ano, Moonlight ganhou força somente em setembro, por exemplo.

Mas vamos ao que interessa. Minhas dez apostas iniciais (tendo em conta calendário e expectativa dos insiders de Hollywood):

1) Dunkirk

É a unanimidade até aqui pois une um pano de fundo extremamente popular entre os votantes (Segunda Guerra Mundial) com produtores e diretor do mais alto nível.

2) Downsizing

Posicionado na janela de dezembro, é a principal aposta da Paramount para a próxima temporada de premiações. Os filmes de Alexander Payne gozam de alta popularidade em Los Angeles.

3) Projeto de Paul Thomas Anderson 

Não precisa de descrição. Sabe-se pouco sobre o conteúdo, mas a assinatura do diretor, a parceria com Daniel Day-Lewis e a certeza de que será a ficha de ouro da Focus colocam como fortíssimo candidato aos principais prêmios.

4) Darkest Hour

Segue o exemplo de Dunkirk, mas neste caso pelo fato da Academia adorar biópicos. Churchill é popular nos EUA, o que pode facilitar uma possível nomeação para Gary Oldman.

5) Wonderstruck

Após o sucesso de Carol, Todd Haynes volta com um filme adaptado da obra de Brian Selznick (mesmo criador de Hugo).

6) Blade Runner 2049

Villeneuve já é um dos grandes realizadores desta geração. O peso da franquia Blade Runner é altíssimo, mas as primeiras notícias são animadoras. Lançamento mundial em outubro.

7) Call Me by Your Name

É a grande aposta desta lista. Destaque em Sudance. Direção do espetacular Luca Guadagnino.

8) The Greatest Showman

Tenho grande curiosidade para saber como a história de P.T Barnum será levada para o cinema. Está posicionado para ser lançado na janela de premiações e é uma das principais apostas da FOX para os prêmios de 2018.

9) Detroit

Filme de Bigelow com temática histórica extremamente relevante. Não será lançado na janela de premiações do Oscar, o que pode complicar sua promoção futura.

10) Get Out

Sim, a Academia não dá a mínima importância para o gênero terror. Mas realmente sinto que Get Out possa ser o filme que consiga quebrar essa barreira, ainda que apresente apenas indicações secundárias – que seria um passo extremamente importante.

O próximo post será em maio sobre cinema estrangeiro e documentários!

 

Comments

comments

Deixe uma resposta