Other People – 2016

Other People é o primeiro filme do diretor Chris Kelly, e recentemente ganhou visibilidade com as indicações ao Spirit Awards. O longa também foi selecionado para abrir Sundance 2016 – mas os produtores não conseguiram transformar esse fato em contratos de distribuição mais agressivos, que dessem visibilidade. Ao contrário, Other People infelizmente é um filme que provavelmente entrará escondido em serviços de streaming e terá um público alvo muito específico.

David (Jesse Plemons, bem diferente de Breaking Bad) é um escritor homossexual. Seus familiares pressionam diariamente com perguntas sobre sua sexualidade ou sobre seu trabalho, já que ele tem muito tempo livre. Sua mãe, Joanne (Molly Shannon), tem um câncer raríssimo e recebeu a notícia que deve ter apenas mais um ano de vida. É então que a família se reúne e quebra todas as barreiras para tornar os dias finais de Joanne mais agradáveis, deixando de lado diferenças e procurando compreender uns aos outros.

A narrativa desenvolve dois arcos completamente diferentes, que pesam na avaliação final do filme. A análise de David é muito bem construída, com toda uma contextualização sobre seus desejos e indecisões. De forma gradual ele começa a revelar segredos e deixa de lado a vergonha que ainda guardava para se revelar como uma pessoa doce e bondosa. O espectador acompanha a evolução de seu personagem nos noventa minutos de rodagem, e este sem dúvida torna-se o fator de destaque. Por outro lado, tudo o que envolve Joanne tem uma boa dose de melodrama envolvido, e o diretor parece implorar por lágrimas nos minutos finais. Ainda que compreensível por ser uma decisão mais conservadora de roteiro, seria possível entregar algo bem melhor, com mais foco nas relações e na importância da mãe nas decisões da David. Talvez o fato de Kelly querer tornar este filme como um relato semi-biográfico tenha pesado de forma negativa na forma como todos os coadjuvantes se integram com a história em si.

Other People não obteve sucesso comercial nos Estados Unidos, talvez pela falta de recursos na promoção do filme. Mas não deixa de ser uma opção interessante de drama para quem busca por filmes que tratem sobre a resolução de problemas familiares. Méritos para Chris Kelly por ter reunido bons atores em sua estreia nas telas.

NOTA: 6/10

IMDb

Comments

comments

2 comentários em “Other People – 2016

Deixe uma resposta