The Dam Keeper – 2014

Indicado ao Oscar de melhor curta de animação, The Dam Keeper é uma pérola!

“O trabalho do protetor da represa é manter a escuridão longe”. Em uma cidade habitada por animais, um jovem porco tem o papel de afastar as nuvens negras que ameaçam a cidade. Alvo de bullying na escola, tudo parece mudar quando ele se aproxima de uma raposa que tem o incrível talento de fazer caricaturas das pessoas. Mas um mal entendido acaba gerando uma situação em que tudo é colocado a prova.

Produzido e dirigido por Robert Kondo e Duke Tsutsumi, dois diretores de arte com passagem pela Pixar, The Dam Keeper toma um rumo bem diferente de Toy Story 3, por exemplo. Existe toda a construção de uma narrativa que emociona o espectador, mas, diferentemente de Woody e Buzz, este curta não foi pensado para promoção comercial, o que o torna único. As poucas linhas de diálogo deixam claro que a atenção está focada em pequenos atos, e é impressionante observar o potencial existente.

Tecnicamente, o curta também é impecável. Com mais de 8000 desenhos feitos a mão, a história do simpático porquinho é contada através de sutis transições de imagem. O curta teve uma excelente recepção do público e a nomeação ao Oscar apenas ajudou na promoção mundial. Os produtores já acertaram a venda dos direitos para a Macmillan, que irá responder as questões deixadas em aberto.

Mas a grande questão fica em torno da proposta geral: será que Kondo e Tsutsumi tem força suficiente para manter este padrão em uma animação de cerca de noventa minutos? será que vão adotar a base deixada no livro, que será publicado em 2016?

Enquanto espero ansiosamente pela continuação nas telas de The Dam Keeper, é impressionante ver a história sendo utilizada em programas pedagógicos, seja no Japão ou nos Estados Unidos. Um curta maduro e consolidado. É disto que o cinema precisa.

NOTA: 10/10

IMDb

Comments

comments

Deixe uma resposta