Faust: Eine deutsche Volkssage (Fausto) – 1926

Faust: Eine deutsche Volkssage (Fausto, no Brasil) hoje é considera uma das produções mais importantes do cinema mudo alemão. Com o orçamento recorde de 2 milhões de marcos – um número incrível se considerarmos que a República de Weimar estava dando os primeiros passos para a recuperação após a hiperinflação que durou até 1924 –  F.W. Murnau reuniu os melhores produtores e técnicos que tinha à disposição na Universum Film AG (UFA) para levar a versão da clássica lenda alemã (o diretor também inspirou-se na obra de Goethe) às telas do cinema.

Em meio a um jogo entre Deus e o Diabo pela alma do alquimista Fausto (Gösta Ekman), o rei das trevas envia Mephisto (Emil Jannings) para oferecer a juventude eterna ao homem, que se desesperou após não conseguir curar uma praga. Com o aceite do pacto, Fausto encontra a jovem Gretchen (Camilla Horn) e acaba se envolvendo em um relacionamento de uma noite que atinge todos os que os rodeiam.

Logo nos primeiros dez minutos de rodagem é possível reparar na complexidade ímpar investida neste filme. O roteiro (lembre-se, este é um filme mudo) é brilhante por conseguir explorar várias camadas da realidade de Fausto, como no período pré e pós pacto com Mephisto e sua curta relação com Gretchen. E foi justamente por este motivo que o longa foi um fracasso de bilheteria e não conseguiu arrecadar nem metade do que foi gasto, o que é compreensível, uma vez que o público não estava acostumado com tamanha inovação – até mesmo os críticos da época consideraram o longa ‘fora de foco’.

O maravilhoso expressionismo de época pode ser reparado no diversificado número de truques visuais, especialmente em volta de Mephisto, que tem sua existência rodeada de mistérios. Se por uma hora ele é o ser superior, por outro lado existem algumas passagens cômicas que tratam de quebrar a barreira existente entre ele e os demais humanos.

Este filme também seria o último de F. W. Murnau na Alemanha. Após se destacar por sua competência, William Fox levou o diretor aos Estados Unidos e lhe deu muito dinheiro para a realização de Sunrise, um grande sucesso da década de 1920. Infelizmente a versão original de Fausto não está mais disponível, e apenas temos em mãos cópias sem várias cenas rodadas originalmente no cinema.

NOTA:8/10

IMDb

Comments

comments

Deixe uma resposta