Secrets & Lies (Segredos e Mentiras) – 1996

Secrets & Lies (Segredos e Mentiras, no Brasil) é um dos filmes que chegaram ao status de cult apenas na década posterior ao seu lançamento. Mesmo com a indicação para cinco prêmios da Academia, o reconhecimento do mercado mundial ao longa de Mike Leigh veio aos poucos. A explicação é simples: mesmo com a aclamação da crítica, o longa teve sua distribuição inicial muito afetada por conta dos péssimos negócios feitos pelos distribuidores. No Brasil, por exemplo, o lançamento foi muito restrito, tomando conta apenas de salas de cinema das grandes capitais. No México, Argentina e Chile – outros mercados importantes, apenas para citar alguns – houve o mesmo problema.  O lançamento das versões home-video foi essencial para consolidar a reputação deste longa. Além de virar seleção obrigatória nas locadoras, as recomendações e exibições na televisão aproximaram muito o espectador que perdeu a janela de lançamento original.

Hortense (Marianne Jean-Baptiste) é uma mulher negra bem sucedida que coloca como objetivo descobrir sua verdadeira mãe. Ela vai até os arquivos e descobre que Cynthia (Brenda Blethyn), uma mulher branca que enfrenta maus bocados com sua filha, a entregou para adoção logo após seu nascimento. A partir disso, Hortense busca entender o motivo pelo qual foi recusada e tenta uma aproximação com sua verdadeira mãe, criando um laço de amizade duradouro.

O roteiro é tratado de forma bastante interessante. O segredo, que é desvendado já nos primeiros minutos para o grande público, é repassado aos poucos entre cada um dos personagens. O quarto final de Secrets & Lies é dedicado para contar o desfecho da revelação e as consequências do mesmo para a família. Apesar de observarmos ótimas discussões entre Cynthia e Hortense, existe pouquíssimos dados disponíveis sobre o motivo do abandono da bebê, ficando a cargo do espectador unir as pontas e chegar a sua própria conclusão.

A direção se preocupa em captar justamente os pequenos pontos de discórdia, aqueles que causam espanto e revolta. A partir deles é que temos a base para analisar o caso particular de cada uma das protagonistas, tanto a partir de sua visão dos caos instalado quanto a partir de suas próprias lembranças e experiências passadas.

Considerado como a grande pérola da filmografia de Leigh, o lançamento da versão em Blu Ray aconteceu no dia 15 de março de 2015. Infelizmente, o disco que tive acesso (prensado no Reino Unido) não conta com faixas adicionais de comentários ou qualquer outro suplemento que dê alguma luz na história apresentada. Apenas o curta A Sense of History, sem relação com Secrets, está disponível como extra.

NOTA: 6/10

IMDb

Comments

comments

Deixe uma resposta