The Disappearance of Eleanor Rigby: Them (Dois Lados do Amor) – 2014

Em 2011, Ned Benson deixou na mesa da The Weinstein Company um ambicioso projeto: contar uma dramática história de amor a partir do ponto de vista dos dois protagonistas. Não demorou muito para o jovem conseguir financiamento e um elenco de renome. Partindo da perspetiva original, The Disappearance of Eleanor Rigby foi dividido nos filmes Her e Him – que estrearam no Festival de Toronto de 2013 e não conseguiram boas respostas da crítica. O principal motivo de discórdia estava na longa duração dos dois filmes, que juntos tinham 190 minutos. Os produtores então convenceram Benson a editar o melhor de cada longa em uma única película. Foi então que surgiu The Disappearance of Eleanor Rigby: Them (Dois Lados do Amor, no Brasil) – filme que foi lançado no mercado mundial no começo de 2015.

Conor Ludlow (James McAvoy) e Eleanor Rigby (Jessica Chastain) formavam um casal que parecia que viveria feliz para sempre. Agora eles não vivem mais. O motivo da separação é tratado de forma gradual, com muitas informações correndo em paralelo – mas transmitido de forma clara e bem objetiva (na versão Them).

Tive a oportunidade de assistir aos três longas em Los Angeles e posso afirmar que Them realmente tem uma edição primorosa. Melhor ainda: a trilha sonora é muito boa, e acompanha os momentos decisivos de cada tomada, gerando no espectador uma ótima sensação de confusão. Afinal, se o longa cita a palavra desaparecimento, o que isto significa. Não é um simples sumiço (como o apresentado em Gone Girl), mas sim uma brusca ruptura na vida de um jovem casal que tinham tudo para viver uma linda história se não fosse a perda prematura de seu filho, que trás depressão, angústia, afastamento e solidão – e até mesmo uma tentativa de suicídio.

Infelizmente o filme não teve um marketing adequado nos Estados Unidos – um pecado, especialmente tendo em conta o poder da Weinstein. É duro notar que em tempos de redes sociais o filme fique limitado a um site para promoção. Pior ainda é saber que os ótimos protagonistas tiveram suas imagens pouco exploradas. Quem realmente gostou deste filme que estreou nesta quinta-feira (12 de março) no Brasil, deve buscar as versões “pessoais” sobre o romance. The Disappearance of Eleanor Rigby: Them é um belo exemplo de um romance moderno que não fica preso ao melodrama excessivo, com várias surpresas e reviravoltas. Chastain mostra que tem tudo para se firmar como uma das principais atrizes de Hollywood – ela só não pode deixar o momentum gerado por Zero Dark Thirty ir por água abaixo.

NOTA: 8/10

IMDb

Comments

comments

Deixe uma resposta