Diário de Hollywood #1

Sexta – 20 de fevereiro

Dia muito movimentado!

Foi incrível ver como o pessoal da Academia é bem organizado e conseguiu fazer mágica para transformar o complexo de Hollywood and Highland em um espaço impecável para a realização do maior evento do mundo.

Pela manhã tive a oportunidade de encontrar com Damián Szifran, diretor de Relatos Salvajes, filme argentino que luta pelo Oscar. Ele foi muito gentil e fez questão de responder todos os questionamentos da imprensa internacional.

Durante cerca de quarenta minutos todos os diretores estavam disponíveis para a imprensa. Obviamente os homens por trás de Ida e Leviathan – fraco favoritos – tomaram todas as atenções.

Assim que voltar para o Brasil traduzirei minha entrevista com ele e disponibilizarei aqui no site. De antemão, digo que Damian já admite o fato de dirigir um longa nos Estados Unidos com atores americanos. Ele me falou que já tem algo em mente, e nomes já foram oferecidos por várias produtoras (mas fez questão de sorrir e pedir para trocar de questão assim que perguntado sobre quais nomes).

Sobre a categoria principal do Oscar deste domingo, Damián disse que ficou encantado com o toque de Whiplash e que considera American Sniper uma excelente película, apesar de todo o teor político da mesma. Não quis dizer se torce para Birdman, dirigido por seu amigo A. G. Iñarritu, mas confessa que não conseguiu desgrudar seus olhos das telas por um segundo sequer.

Comments

comments

Deixe uma resposta