Indicados ao Oscar 2015

Confira minha análise dos indicados ao Oscar. As categorias seguem o padrão da Academia. Clique nos links para conferir as críticas de cada longa:

Best motion picture of the year (Melhor Filme)

Comentários: Whiplash não é nenhuma surpresa. Entrou por méritos próprios e uniu o útil ao agradável (a Academia ultimamente faz questão de colocar um independente na lista). Surpresa para American Sniper! Considero oito longas o número ideal de indicados.

Achievement in directing (Melhor direção)

Comentários: Clint Eastwood foi esnobado. David Fincher e James Marsh também. Por conta dos grandes trabalhos de direção do último ano, é difícil criar um consenso nesta categoria, mas garanto que nenhum dos três diretores citados anteriormente merecia perder o lugar para Tydlum.

Performance by an actor in a leading role (Melhor ator)

Comentários: Muito bom ver Carell sendo nomeado como protagonista. E interessante, uma vez que Channing Tatum não deslanchou. A ausência de Ralph Fiennes irritou os fãs de Grand Budapest, mas certo mesmo é que a entrada de Bradley Cooper no lugar de Jake Gyllenhaal não estava nos planos de ninguém.

Performance by an actor in a supporting role (Melhor ator coadjuvante)

Comentários: The Judge é um filme ruim. Mas isto não impediu de Duvall conseguir outra nomeação para sua brilhante carreira. J.K Simons desponta como o grande favorito em uma categoria sem nenhuma surpresa.

Performance by an actress in a leading role (Melhor atriz)

Comentários: Marion merecia esta nomeação! Que bom que conseguiu, uma vez que ela é a alma de seu longa. Achei sua interpretação a melhor de todas – e só ela seria capaz de arrancar o Oscar das mãos de Moore, que também fez um trabalho impecável.

Performance by an actress in a supporting role (Melhor atriz coadjuvante)

Comentários: Ótima lista! Laura Dern tomou o lugar que todos pensavam ser de Jessica Chastain (o problema foi que A Most Violent Year não convenceu).

Best animated feature film of the year (Melhor animação)

Comentários: Esta vai para o meu livro. O maior absurdo da história desta categoria. Como eles conseguiram a proeza de deixar Lego de fora? Um dia pretendo descobrir os bastidores deste caso.

Achievement in cinematography (Melhor fotografia)

Comentários: Os dois primeiros longas eram consenso. Ida é uma indicação justa – uma vez que o p/b está impecável. Turner e Unbroken são casos de filmes com uma ótima produção e péssima execução de roteiro.

Achievement in costume design (Melhor figurino)

Best documentary feature (Melhor Documentário)

Comentários: Minha aposta não vingou. Life Itself fora desta categoria é, no mínimo, muito estranho.

Adapted screenplay (Melhor roteiro adaptado)

Comentários: Não gostei de ver Gone Girl fora da disputa. Perdeu a vaga para Whiplash, que foi inscrito nesta categoria por conta da produção original partir de um curta.

Original screenplay (Melhor roteiro original)

Best foreign language film of the year (Melhor longa estrangeiro)

Comentários: Timbuktu impressionou os membros da Academia que participaram das sessões com os nove indicados no começo de janeiro. Os três primeiros desta categoria eram certezas – infelizmente o ótimo Force Majeure ficou fora. Os argentinos buscam surpreender assim como fizeram com El secreto de sus ojos.

Achievement in makeup and hairstyling (Melhor maquiagem e cabelo)

Achievement in music written for motion pictures (Original score) (Melhor trilha)

Achievement in music written for motion pictures (Original song) (Melhor música)

Achievement in film editing (Melhor edição)

Comentários: Ótimo ver o reconhecimento para American Sniper e Whiplash! Mas deixar Birdman de fora é um disparate.

Achievement in production design (Direção de arte)

Achievement in sound editing (Melhor edição de som)

Achievement in sound mixing (Melhor mixagem de Som)

Achievement in visual effects (Melhores efeitos visuais)

Best animated short film (Melhor curta de animação)

Best documentary short subject (Melhor curta de documentário)

Best live action short film (Melhor curta)

  • “Aya” Oded Binnun and Mihal Brezis
  • “Boogaloo and Graham” Michael Lennox and Ronan Blaney
  • “Butter Lamp (La Lampe Au Beurre De Yak)” Hu Wei and Julien Féret
  • “Parvaneh” Talkhon Hamzavi and Stefan Eichenberger
  • “The Phone Call” Mat Kirkby and James Lucas

Comments

comments

Um comentário em “Indicados ao Oscar 2015

Deixe uma resposta