Indicados ao Globo de Ouro – O que eles nos dizem sobre o Oscar?

Saiu a lista dos indicados ao segundo maior prêmio do cinema estadunidense. Confira as nomeações e minha análise:

BEST MOTION PICTURE, DRAMA
Boyhood
Selma
The Imitation Game
The Theory of Everything
Foxcatcher

BEST MOTION PICTURE, MUSICAL OR COMEDY
Birdman
Into the Woods
St. Vincent
Pride
The Grand Budapest Hotel

BEST DIRECTOR
Richard Linklater, Boyhood
Alejandro González Iñárritu, Birdman
Ava DuVernay, Selma
David Fincher, Gone Girl
Wes Anderson, The Grand Budapest Hotel

BEST ACTRESS, MOTION PICTURE, DRAMA

Julianne Moore, Still Alice
Reese Witherspoon, Wild
Rosamund Pike, Gone Girl
Felicity Jones, The Theory of Everything
Jennifer Aniston, Cake

BEST ACTOR, MOTION PICTURE DRAMA
Eddie Redmayne, The Theory of Everything
Benedict Cumberbatch, The Imitation Game
Steve Carell, Foxcatcher
David Oyelowo, Selma
Jake Gyllenhaal, Nightcrawler

BEST ACTRESS, MOTION PICTURE, MUSICAL OR COMEDY

Emily Blunt, Into the Woods
Amy Adams, Big Eyes
Julianne Moore, Maps to the Stars
Helen Mirren, The Hundred-Foot Journey
Quvenzhané Wallis, Annie

BEST ACTOR, MOTION PICTURE, MUSICAL OR COMEDY
Michael Keaton, Birdman
Ralph Fiennes, The Grand Budapest Hotel
Bill Murray, St. Vincent
Joaquin Phoenix, Inherent Vice
Christoph Waltz, Big Eyes 

 BEST SCREENPLAY, MOTION PICTURE

Birdman
Boyhood
Gone Girl
The Grand Budapest Hotel
The Imitation Game

 BEST FOREIGN LANGUAGE FILM

Ida
Tangerines
Leviathan
Force Majeure
Gett: The Trial of Viviane Amsalem

 BEST SUPPORTING ACTOR, MOTION PICTURE

J.K. Simmons, Whiplash
Edward Norton, Birdman
Mark Ruffalo, Foxcatcher
Ethan Hawke, Boyhood
Robert Duvall, The Judge

 BEST SUPPORTING ACTRESS, MOTION PICTURE

Patricia Arquette, Boyhood
Emma Stone, Birdman
Meryl Streep, Into the Woods
Keira Knightley, The Imitation Game
Jessica Chastain, A Most Violent Year

 BEST ANIMATED FEATURE FILM

The Lego Movie
Big Hero 6
How to Train Your Dragon 2
The Boxtrolls
The Book of Life

BEST ORIGINAL SONG
John Legend & Common, “Glory” (Selma)
Lana Del Rey, “Big Eyes” (Big Eyes)
Patti Smith, “Mercy Is” (Noah)
Sia, “Opportunity” (Annie)
Lorde, “Yellow Flicker Beat” (The Hunger Games: Mockingjay — Part I)

 BEST ORIGINAL SCORE

Johann Johannsson, The Theory of Everything
Alexandre Desplat, The Imitation Game
Trent Reznor & Atticus Ross, Gone Girl
Antonio Sanchez, Birdman
Hans Zimmer, Interstellar

Comentários:

Vamos lá! Temos um bocado de categorias interessantes para discutir! Para quem não sabe, o Globo de Ouro possui duas categorias de melhor filme. A do gênero drama (que, na maioria das vezes, leva também todas as indicações ao Oscar) e a de comédia/musical.

Melhor Filme (Drama): Nenhuma surpresa. A escolha bem conservadora reflete a grande qualidade dos filmes que disputam o prêmio este ano. A ausência de Interstellar já era esperada. Ainda é cedo para fazer uma análise mais detalhada, mas acredito que o prêmio deverá ficar entre Boyhood (favorito) e Bidrman, sendo que ambos despontam como favoritos também no Academy Awards de 2015.

Melhor Filme (Comédia/Musical): esta é a categoria mais polêmica da premiação: não é de hoje que existe um grupo dentro da Hollywood Foreign Press Association (HFPA) que quer unir o prêmio de melhor filme. A grande surpresa dentre os indicados deste ano é St. Vincent, com Bill Murray. O prêmio, no entanto, deve ficar com Birdman.

Melhor Diretor: Surpresas! Ninguém esperava ver Cristopher Nolan de fora. Existia a impressão na maioria dos críticos (e estava junto desses) de que Nolan seria reconhecido pelo trabalho, apesar do filme não ter conseguido abocanhar o sucesso esperado nos círculos de Hollywood (talvez pelo desgaste de Gravity, no último ano). Angelina Jolie (Unbroken) de fora para a entrada de Yohan Yohanson (The Theory of Everything) já aponta para uma possível exclusão da mulher de Brad Pitt na disputa pelo Oscar.

Melhor Ator (Drama): David Oyelowo (Selma), que não foi indicado ao SAG, aparece na lista. Sem nenhuma surpresa extra, essa promete ser a disputa mais acirrada da noite.

Melhor Atriz (Drama): Moore leva fácil. É a primeira certeza das premiações de 2015.

Melhor ator (Comédia/Musical): Que coisa boa ver Phoenix indicado! E Christoph Waltz, que ficou fora da lista do SAG, também apareceu por aqui. Mas esta categoria deve ficar com Keaton (Birdman).

Melhor Atriz (Comédia/Musical): Palmas para Moore. Uma das poucas que pode colocar no currículo duas nomeações nas principais categorias do Globo de Ouro. Esta categoria é totalmente secundária, uma das que menos vai ter influência no Oscar.

Melhor Roteiro: como aqui temos duas categorias do Oscar (original e adaptado) unidas em uma,  a surpresa fica pela ausência de Birdman, um dos favoritos ao Oscar de roteiro original. Ao mesmo tempo em que coloca Boyhood favorito nesta categoria do Oscar, todos os demais apresentam boas chances de vitória. A situação só deve se esclarecer com o Writers Guild of America Award.

Melhor Filme Estrangeiro: Que delícia ver Ida receber esta nomeação! Vai brigar pelo prêmio com Leviathan e Force Majeure. De resto, surpresa mesmo foi a nomeação para o filme de Israel, que parecia não ter fôlego.

Melhor Ator Coadjuvante: No post em que tratei sobre o SAG, citei a supreendente ausência de J.K. Simmons. Acredito que ele deva levar o Globo de Ouro, ou, no minimo, disputar com Norton. Gostei de ver o reconhecimento ao trabalho feito por Ethan Hawke. Na minha crítica de Boyhood, coloquei sua delicada situação para receber uma nomeação ao Oscar. Mas por ter ficado de fora do SAG, apenas em janeiro saberemos os rumos desta categoria – que se torna a mais problemática até aqui.

Melhor atriz coadjuvante: Arquette. Deve ganhar no SAG e no Academy Awards. Como já esperava, quatro destas indicadas estarão no Oscar. Jessica Chastain deve brigar pelo último posto com Laura Dem (Wild).

Melhor animação: uma das categorias mais queridas do público. O vencedor daqui deve se repetir no Oscar. O incrível The Lego Movie deve levar o prêmio para a Warner.

Melhor música: Ouvi todas. Essa categoria é difícil de prever pois cada ano toma um rumo diferente. Ah, e não basta a música ser boa por si só, ela deve estar inserida no contexto do filme.

Melhor Trilha: só vou me comprometer a opinar em janeiro – após ter publicado a crítica de todos os indicados. De momento, ressalto a qualidade do trabalho de Hans Zimmer – citada na minha análise de Interstellar.

Comments

comments

Deixe uma resposta