The Public Enemy (Inimigo Público) – 1931

Se você fizer uma lista dos filmes mais polêmicos produzidos nos Estados Unidos na década de 1930, com certeza vai ter que colocar The Public Enemy (Inimigo Público,no Brasil) no topo. Conforme já discutimos aqui no site anteriormente, a implementação do Hays Code se fez necessária quando setores do governo americano olhavam com maus olhos a expansão do cinema como forma de retratar intrigas cotidianas. Pior ainda: no caso deste filme, apesar de todos os avisos da Warner, o alinhamento do espectador com o bandido era inevitável, coisa que devia ser combatida e evitada na visão de setores mais conservadores da sociedade.

Tom Powers (James Cagney) e Matt Doyle (Edward Woods) aos poucos sobem na vida criminosa de Chicago. O filme cobre desde o período anterior a Primeira Guerra Mundial e a conturbada era da Proibição, onde Tom passa a se tornar figura central na cidade. Mas para manter o poder, ele enfrenta o risco da morte constantemente.

A cena mais controversa acontece quando Tom atira uma toranja no rosto de sua namorada. Várias versões da história foram contadas ao longo dos anos, mas prefiro publicar a versão assinada pelo próprio James Cagney. O ator disse que tudo era uma brincadeira com a equipe de filmagem, e havia combinado com a atriz que contracenava com ele uma reação como se ela tivesse sentido por aquilo ter acontecido. Para a surpresa de James, o diretor William A. Wellman (mais tarde premiado por A Star is Born) preferiu manter esta versão no corte original do longa por achar que ela trouxe muita realidade a cena. No entanto, membros da Igreja não gostaram nada de ver o que consideravam uma agressão contra uma dama e foram cobrar explicações na porta da Warner.

O filme mescla drama, ação e romance – mas nunca chega a aprofundar em nenhum gênero. Talvez seja este o principal problema do filme. A vontade de fazer um talkie e encher de conteúdo era tão grande que a essência acabou ficando de lado. Ainda assim, um bom filme para analisar a época pré-código de Hollywood.

NOTA: 6/10

IMDB

 

 

Deixe uma resposta