Secondhand Lions (Lições Para Toda Vida) – 2003

Secondhand Lions (Lições Para Toda Vida, no Brasil) é o tipo de filme que incomoda boa parte dos críticos estadunidenses. A comédia com tons de drama dirigida por Tim McCanlies aposta em uma construção de uma amizade entre um jovem com dois tios mais velhos para garantir risadas e até mesmo lágrimas nos espectadores. O problema é que o roteiro toma rumos muito previsíveis, o que explica a péssima recepção deste filme na mídia especializada – apesar de garantir bons números de bilheteria e manter uma nota relativamente alta no IMDB.

Walter (Haley Joel Osment) é levado para passar o verão com seus tios. Sua mãe mente de todas as formas para o garoto, e fica claro que ele é um grande estorvo em sua vida. Ao chegar na fazenda de Garth e Rub (Michael Caine e Robert Duvall, respectivamente), Walter descobre que eles não assistem televisão e mantém uma vida relativamente simples. No entanto, o grande interesse de sua mãe é descobrir o local em que os dois guardam uma inestimável quantia de dinheiro.

Assim como On Golden Pond, a relação de amizade é construída de maneira extremamente satisfatória. Mas ao contrário do filme estrelado por Katharine Hepburn e Henry Fonda, que explorava muito os problemas pessoais de um idoso no fim de sua vida, aqui temos dois tios extremamente ativos. Eles despacham vendedores com tiros, compram um leão e cuidam de sua horta como se ela fosse a coisa mais importante do mundo. Walter vira um elemento central na história ao romper com a rotina dos dois ao fazer de sua curiosidade – típica desta faixa etária – um fator determinante para o toque do roteiro.

No subplot, acompanhamos as histórias que Garth conta para o garoto. Desde a morte do amor de Rub até o paradeiro da misteriosa fortuna, um elemento mágico toma conta do roteiro, com flashbacks para cenas de ação que parecem ser mostradas apenas para alimentar a busca de Walter por respostas. O ponto fraco do filme é que ele deixa de lado qualquer mistério para desenrolar histórias que acabam se tornando cansativas ao longo de seus 111 minutos.

Ainda assim, temos aqui um exemplo de filme que agrada a todas as idades. A atuação do elenco principal é muito segura – eles realmente compram a história! Impossível não admirar a classe de Caine e o estilo despojado de Duvall. O jovem Osment, que perdeu muito prestígio em Hollywood quando se tornou adulto, também se destaca.

NOTA:7/10

IMDB

Comments

comments

Deixe uma resposta