Taare Zameen Par (Como Estrelas na Terra) – 2007

Hollywood e Bollywood têm muito, mas muito pouco em comum. Enquanto a indústria de cinema dos Estados Unidos é variada e faz filmes para todos os gostos, os indianos montam seus longas sob vários números musicais com o único intuito de emocionar seu espectador. Não é pra menos que os filmes feitos na Índia têm uma pequena aceitação no mercado ocidental, já que as histórias lançadas nas telas são extremamente longas.

Neste sentido, Taare Zameen Par (Como Estrelas na Terra, no Brasil) é a prova real da falta de polimento do sistema de ratings do IMDB. Apesar de figurar no top 250, poucos críticos americanos e europeus aprovaram este filme.

 Aamir Khan, que para os desavisados é tratado em seu país como uma espécie de Pelé da indústria de Bollywood, fez sua estreia na direção contando a história de Ishaan, um menino que apresenta dificuldades de aprendizado e aos poucos é deixado de lado pelos seus professores e até mesmo pelos seus parentes. Sem acreditar em seu potencial, ele é enviado para um internato, onde a situação apenas piora. Com o quadro de dislexia, aparentemente ele está jogado em um mundo injusto. Mas é então que aparece o salvador na figura do professor Ram (Aamir Khan, quem mais poderia ser?), que joga todas suas fichas no garoto e tenta entender suas dificuldades para criar um método de ensino que não exclua ninguém dentro da sala de aula.

Para um filme de quase três horas, paciência é uma virtude muito necessária para completar este filme. A progressão dos personagens está ligada a um melodrama barato, no melhor estilo novela mexicana da década de 1990, onde o frágil protagonista aparece chorando em inúmeras tomadas apenas para despertar emoção e tentar arrancar lágrimas dos espectadores. Enquanto esta tática parece dar certo na Índia, quem está acostumado com o cinema europeu e americano estranha muito. E até mesmo no Oriente Médio os realizadores parecem muito mais conscientes do papel do cinema do que o pessoal de Khan.

Este filme, que teria tudo para ficar apenas na memória nacional, ganhou destaque justamente pelo IMDb. Sua atual nota de 8.6 é uma grande falácia, já que a imensa maioria dos votantes veio de contas da Índia. Enquanto a média nos Estados Unidos ficou em 7, os principais usuários do IMDb (top 1000 voters) deixaram o longa com média 4.4, metade da nota original e algo muito mais próximo da realidade.

Com uma trilha sonora de doer os ouvidos e uma clara síndrome de Ben Stiller no diretor e protagonista (tentando aparentar ser larger-than-life), pense bem antes de se comprometer com Taare Zameen Par. Se assemelha bastante com Martian Child, estrelado por John Cusack.

NOTA: 3/10

IMDB

Deixe uma resposta