Krótki film o milosci (Não Amarás) – 1988

Sexto mandamento: não adulterarás

Produzido em conjunto com o sexto episódio da série Dekalog, Krótki film o milosci (Um breve filme sobre amor e no Brasil com o título de Não Amarás) é um dos melhores filmes feitos na Europa na década de 1980. Krzysztof Kieslowski provoca seu espectador com um longa que trata sobre uma paixão doentia, onde o pecado é tratado de forma dura e cruel, não necessariamente no físico, mas sim no que diz respeito a ligação da alma e do psicológico, tanto explorada nas produções deste diretor católico que enfrentou vários problemas na Polônia comunista por conta de sua religião.

O jovem Tomek (Olaf Lubaszenko) está apaixonado pela sua vizinha de janela, Magda (Grazyna Szapolowska). Ele a observa diariamente com sua luneta. O que no começo era uma diversão, mais tarde ganha traços de uma verdadeira obsessão, na qual o espectador pode acompanhar tão logo descobre que o protagonista interfere diretamente na vida de Magda sem ela saber. Ele envia falsos avisos dos Correios para que ela vá o visitar em sua agência atrás de cartas, liga para a casa de Magda a noite e até mesmo consegue um emprego de entregador de leite apenas para poder chegar perto da casa de sua “amada”. A vida monótona e sem graça do jovem é compensada quando ele se aconchega no seu quarto e passa a espiar a mulher. Ele está por dentro de todo cotidiano de Magda, desde suas discussões até seus casos amorosos (muito pelo fato de que Tomek também intercepta cartas dos homens que se interessaram por Magda nos correios). O longa ganha um tom dramático quando o jovem decide abrir seu coração e falar a verdade para Magda: após ser chamado de “pervertido”, aos poucos a mulher passa a tentar entender o que se passa na cabeça do menino e por qual motivo ele gostou tanto dela, cheia de falhas e com tantos problemas. O fato é que esta paixão é posta a prova quando Tomek e Magda se aproximam, mas não conseguem consumar um ato sexual. O jovem foge, tenta o suicídio e causa um sentimento de culpa em Magda, que passa a ficar obcecada pelo jovem.

O final é diferente do que pode ser visto na série Dekalog, e se aproxima muito com o que Grazyna Szapolowska considerou “um conto de fadas”. Fica claro na última cena que este amor é praticamente impossível e inviável. Por qual motivo Tomek gosta tanto de Magda? Este é um mistério que fica nas entrelinhas para o público responder.

O diretor não complica com a narrativa e deixa ela correr de forma natural. Ele não teve a mínima pretensão de encher a história com enfeites ou algo do tipo. Os 86 minutos passam rápido, tamanha a imersão proporcionada por um plot extremamente simples e eficaz. Com sua fotografia em um tom levemente escuro,  Krótki film o milosci emociona e traz uma série de pequenos simbolismos (como o leite derramado em duas cenas) que deixam um grande legado para os fãs do diretor polonês. Espetacular!

NOTA: 10/10

IMDB

Comments

comments

Um comentário em “Krótki film o milosci (Não Amarás) – 1988

Deixe uma resposta