Sorry, Wrong Number (Uma Vida Por um Fio) – 1948

Sorry, Wrong Number (Uma Vida Por um Fio, no Brasil) é um perfeito exemplo de filme noir do final da década de 1940. História contada através de flashbacks, alto contraste e uma boa trilha sonora, essencial para tornar o suspense da história mais convincente.

O diretor ucraniano Anatole Litvak trouxe para as telas uma popular história da radionovela dos Estados Unidos na época. Leona Stevenson (Barbara Stanwyck) está doente e mal consegue sair de sua cama. Enquanto espera pela chegada de seu marido, Henry (Burt Lancaster), ela pega o telefone e acidentalmente escuta dois homens planejarem um assassinato. Desesperada, ela procura a ajuda da polícia, mas após a negativa dos oficiais em tentar entrar no caso, ela mesma tenta solucionar este mistério envolto em dinheiro e intrigas.

Gravado em apenas quatorze dias, este é um prato cheio para quem gosta do gênero. A última tomada é surpreendente! Você pode até imaginar o que vai ocorrer, mas duvido muito que consiga prever todo desfecho final, já que ele está diretamente ligado a fatos que são explorados aos poucos. Talvez o grande pecado do roteiro seja apostar em uma série de coincidências muito fora da realidade. Mesmo assim, o ar de tensão é bem construído, o que rendeu a Barbara Stanwyck uma nomeação ao Oscar de melhor atriz em 1949. E Litvak conseguiu um merecido boost em Hollywood. Destaque também para a ótima participação de Burt Lancaster. Um clássico dos filmes em tempo real!

NOTA: 7/10

IMDB

Comments

comments

Deixe uma resposta