Il mio nome è Nessuno (Meu Nome é Ninguém) – 1973

Sou fã incondicional da dupla Sergio Leone e Ennio Morricone. Ao lado de Clint Eastwood, eles marcaram os westerns de minha adolescência. Dias atrás assisti aos extras de Il buono, il brutto, il cativo (maior filme da história do cinema na minha opinião, diga-se de passagem) e fiquei curioso em assistir Il mio nome è Nessuno (Meu Nome é Ninguém, no Brasil) após um entrevistado citar que Leone dirigiu o filme e deu créditos a outro companheiro.

Na verdade foi Tonino Valerii quem comandou o longa, deixando Leone responsável pela direção da abertura e de cenas secundárias. Mas Sergio também fez questão de tornar o longa mais engraçado. Pois é. Na década de 1970 o Spaghetti Western deixou de focar apenas na violência para tolerar certo nível de humor. Leone declarou que não iria se perdoar se deixasse de lado a oportunidade de fazer uma paródia do gênero que ele popularizou no mundo.

Jack Beauregard (Fonda) foi o maior atirador de sua época. Com sua visão comprometida e muito cansado, ele deseja se mudar para Europa para viver seus anos finais em paz. Mas um talentoso rapaz conhecido como “Ninguém” (Terence Hill) quer que seu ídolo de infância vença o The Wild Bunch, composto por 150 homens, para que Beauregard seja reconhecido com a maior lenda do oeste americano.

A trilha sonora é sensacional. Ennio entendeu bem a ideia de misturar western com comédia e criou um main theme leve e muito agradável, fechando totalmente com o personagem interpretado por Hill. O filme de quase duas horas peca pelo lento começo. A produção segue o padrão estabelecido por Leone na década anterior, sem grandes surpresas.Destaque para a atuação dos grandes protagonistas. Enquanto Fonda dá um ar mais formal ao filme, Hill mostra-se muito solto e descontraído, removendo aquela máxima de que pistoleiro bom é pistoleiro sério.  E hoje ainda me lembrei de mais um detalhe: assistir aos filmes em que Hill interpreta Trinità. Sua ótima atuação em Il mio nome è Nessuno me convenceu a ir atrás dos dois primeiros títulos o quanto antes. Em breve escreverei sobre eles aqui.

Il mio nome è Nessuno é um western muito simples, que não adiciona nada de novo no gênero e concentra a história em um grande tiroteio. Mas Fonda e Hill certamente podem tornar seu dia mais divertido com este longa.

NOTA: 7/10

IMDB

Comments

comments

Deixe uma resposta